Times de futebol voltam a treinar em pequenos grupos na Alemanha

Enquanto no Brasil os jogadores ainda treinam em suas casas seguindo as cartilhas distribuídas pelos clubes, na Alemanha os atletas já começam a sentir o cheiro da grama. Isso não quer dizer que tudo voltou ao normal por lá. O Campeonato Alemão continua suspenso, inicialmente, até o dia 30 de abril.

Por outro lado, o ritmo de trabalho começa, aos poucos, a ser como estamos acostumados. Depois de duas semanas longe dos gramados, o Bayern de Munique retornou hoje (6) às atividades no Centro de Treinamento, mas com algumas restrições. De acordo com o clube, o elenco foi dividido em pequenos grupos e todas as regras de higiene foram rigorosamente observadas para evitar a propagação do novo coronavírus (covid-19).

O trabalho teve foco em exercícios de corrida e treinamento técnico, sempre com a distância mínima recomendada. O Bayern lembrou que a Liga Alemã de Futebol (DFL) liberou as clubes para retornarem aos treinos a partir desta segunda-feira (6), e esclareceu que as atividades são fechadas ao público.

Treino diferente
O goleiro Manuel Neuer, capitão da equipe bávara, disse ser incomum trabalhar em pequenos grupos, entretanto foi bom rever os colegas de time. Neuer também agradeceu por ter oportunidade de realizar mais treinamentos específicos em campo nesses tempos difíceis.

O Bayern de Munique não foi o único clube da Alemanha que retornou com os treinamentos presenciais. O Shalke 04 e o Eintracht Frankfurt foram os primeiros e, já na semana passada, haviam reiniciado as atividades, com as precauções recomendadas.

Lembrando que antes da suspensão do futebol na Europa, o Bayern estava em ótima fase. Depois de um início irregular, o clube tinha se recuperado no Campeonato Alemão. Conquistou 10 vitórias e empatou apenas uma vez nos últimos 11 jogos, e liderava a competição com quatro pontos de vantagem para o segundo colocado, o Borussia Dortmund. Na Liga dos Campeões, terminou a fase de grupos com 100% de aproveitamento: seis vitórias em seis jogos. Na partida de ida das oitavas de final, venceu o Chelsea por 3 a 0, em Londres (Inglaterra).

Durante a quarentena, o clube bávaro anunciou a renovação de contrato do técnico Hansi Flick até julho de 2023. O antigo auxiliar-técnico assumiu a vaga de treinador em dezembro de 2019, logo após a demissão de Niko Kovac.

Por Agência Brasil