Votorantim terá mutirão de cirurgias em adultos e crianças

A Prefeitura de Votorantim, por meio da Secretaria de Saúde, fará um mutirão de cirurgias eletivas no Hospital Municipal Dr. Lauro Roberto Fogaça. Esses procedimentos serão feitos a partir de março em aproximadamente 400 crianças e adultos.

A demanda reprimida foi ocasionada pela pandemia do novo coronavírus. As cirurgias eletivas são procedimentos que não precisam ser realizados em caráter de urgência, ou seja, podem ser agendadas.

As cirurgias serão realizadas em pacientes com hérnias, problemas vasculares de varizes, na vesícula, ginecológicos e com miomas. Pessoas com problemas ortopédicos, como cisto de osso e dedo em gatilho, também serão beneficiadas.

Para iniciar esse mutirão de cirurgias eletivas, a Unidade de Pronto Atendimento Materno Infantil – anexada ao hospital – deixará de atender temporariamente crianças e jovens de 0 a 13 anos de idade. A estrutura será usada pelo hospital municipal para a instalação de 11 leitos clínicos cirúrgicos. O espaço vai receber pacientes pré e pós-cirúrgicos.

A prefeita de Votorantim, Fabíola Alves, apresentou nesta segunda-feira (22) os detalhes desse mutirão durante uma entrevista coletiva à imprensa. Ela esteve acompanhada pelo vice-prefeito Rodrigo Kriguer e pela titular da Secretaria de Saúde, Izilda Maris Chiazotto de Moraes.

Segundo Fabíola Alves, essas cirurgias serão realizadas graças a uma emenda impositiva de R$ 400 mil, junto ao Ministério da Saúde, destinada pelo deputado federal Vitor Lippi (PSDB). O trabalho será desenvolvido por médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem da própria instituição de saúde.

Já o atendimento às crianças será direcionado à UPA do Parque Jataí. Uma ala será destinada especialmente aos pacientes de até 13 anos da idade.

Antes da criação da Materno Infantil, a UPA do Jardim Jataí já fazia o atendimento às crianças. Segundo a Secretaria de Saúde, a unidade tem estrutura para receber a demanda de pacientes.

O objetivo da Secretaria de Saúde é, após a pandemia do novo coronavírus, adequar o espaço em UPA Central. No local serão recebidos tanto crianças quanto adultos em áreas separadas para organizar e agilizar os atendimentos.

Essa reformulação poderá começar após a queda de casos e internações por coronavírus no município. Consequentemente, os leitos Covd-19 serão desativados e darão lugar aos leitos clínicos, com autorização da Secretaria Estadual de Saúde e baseado no Plano São Paulo.

Durante a coletiva também foi confirmada a instalação de um equipamento de raio-x de última geração na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jataí. A estimativa do governo municipal é colocá-lo em funcionamento na primeira quinzena de março.

O equipamento de raio-x será o mais moderno da rede pública de Votorantim. Ele foi adquirido com recursos do governo federal e possui um sistema de digitalização de imagem.

Por meio desse novo sistema, o médico terá acesso direto à imagem por meio da tela do computador. O exame não precisará ser impresso e dará mais agilidade para a confirmação de um diagnóstico.

A Secretaria de Saúde ressalta que o serviço de raio-x não será interrompido na cidade durante a instalação do novo equipamento. Alguns exames serão feitos na própria UPA do Jataí e em outras unidades de saúde do município.